domingo, 27 de maio de 2012

Shabby Chic

O Estilo Shabby é uma tendência que vem ganhando muitos admiradores pois une a simplicidade e o conforto. O mobiliário é escolhido em função da sua idade e da aparência de desgaste ou novos com aparência de antigos. Possuem um toque suave e feminino tornando-o diferente do estilo vintage e consiste principalmente em misturar elementos antigos com novos de modo que os ambientes fiquem modernos e elegantes.

A essência do Shabby Chic são os móveis antigos , clássicos com pintura antiga original, reciclados, pintados de branco ou outra cor pastel e com os cantos desgastados.

O termo Shabby Chic virou marca registrada, de produtos e estilo, no final da década de 80 pela Designer Rachel Ashwell e a inspiração provém dos ingleses, da época das grandes casas de campo . Era costume nessa época, decorar com móveis adquiridos em mercados de pulgas, e como se tratavam de móveis usados, já eram um pouco desgastados.

Para compor este estilo decorativo Rachel Ashwell combinou toques femininos como velas, flores,cores rosa e verde, candelabros e a elegância dos móveis antigos renovados. 

Móveis com aspecto muito usados e repintados várias vezes...

detalhes de porcelana, pequenas vasilhas com desenhos de hortênsias, rosas,
luminárias de vidro e cristais...



Nos ambientes predominam cores suaves, desde rosa, salmão, areia, bege,
 aveia, ocre, cinza e branco, muito branco...



Paredes descascadas, moveis surrados , objetos antigos e envelhecidos, capas de tecidos florais ou listrados em sofás e cadeiras.

O tecido é muitas vezes manchado com chá para ficar com a aparência de tecido velho.


A designer e professora de pintura decorativa, Giovana Hotta Giordani nos revela os segredos da pintura usada no estilo Shabby. 



Móveis de madeira revestida com tinta branca e posteriormente desgastada dão charme, leveza e um certo romantismo à decoração.
Assim como outras técnicas de pintura especial, a pátina DESGASTADA ganhou com o tempo muitas variações, mas um de seus segredos está na aplicação da cera.



Como Fazer:
·                     Se o móvel for antigo ou usado, lixe o móvel com a lixa nº 100, e depois com a nº 150.
·                     Para remover todos os resíduos antigos, dê um ´´banho`` com Thinner em todo o móvel e lixe novamente.
·                     Retire o pó e aplique por toda peça uma camada de selador (diluída em thinner na proporção de 2 para 1) que deve ser aplicado com uma “boneca de pano” - que é uma espécie de trouxinha de estopa encapada com um tecido macio que pode ser uma malha.
·                     Após a secagem do selador, é importante lixar muito bem. Use lixa para madeira nº 180.
·                     Aplique cera em pasta incolor apenas em algumas partes – os pontos que mais sofrem a ação do tempo, como cantos, puxadores, quinas… ou use cera de parafina se quiser um aspecto mais rústico.
·                     Usando um pincel macio, passe uma camada de tinta PVA na cor branca, porcelana ou mineral.
·                     Deixe secar por oito horas antes de começar o trabalho de desgastar com lixa.
·                     Passe o raspador nos pontos onde houve aplicação da cera, para obter o efeito de tinta lascada. Para que a reprodução das lascas fique perfeita, na hora de lixar, faça movimentos em um
único sentido. Para acabamento use uma lixa nº 220.
·                     Envernize com verniz acrílico e encere toda a peça com cera em pasta incolor para impermeabilizá-la.


DICA: Se você quiser um acabamento mais perfeito como nesta cabeceira é só aplicar várias demãos finas de tinta até ficar perfeitamente pintado e a cera apenas em pontos de maior relevo.
Dessa maneira fica fácil retirar “lascas” de tinta e produzir um efeito bem natural.











4 comentários:

  1. Perfeito!!!adorei o passo a passo!!Bjoks!!!

    ResponderExcluir
  2. Olá, gostei das fotos... Tenho uma comoda para pintar está necessitando reforma rs...
    ^^

    Abraços, Aline,
    www.diasmeus.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi, estou com um banco em MDF e quero pintá-lo de azul porém deixando com cara de usado, desgastado... será que se eu seguir estes passos consigo o mesmo efeito? pelo fato do banco ser novo, ainda assim preciso lixá-lo com estas lixas e usar o tinner? obg.

    ResponderExcluir
  4. Adorei o passo a passo. Obrigado por compartilhar a técnica. Agora é mãos a obra. 😉

    ResponderExcluir